3 livros (e um vídeo) para se apaixonar por Julia Child e pela gastronomia

Saiba quais são os livros que vão te ensinar mais sobre a querida apresentadora e cozinheira californiana.

0
7889

Sempre há bons motivos para relembrar Julia Child. A apresentadora e cozinheira completaria 104 anos nesta semana, que também marca os 12 anos de sua morte. Julia nasceu no dia 15 de agosto de 1912 e faleceu em 13 de agosto de 2004. Em sua longa e plena vida, ela foi a primeira mulher a apresentar um programa de culinária no mundo, publicou um livro que se tornou um ícone para chefs e amantes de gastronomia ao redor do globo e fez muitos se apaixonarem pela arte de cozinhar. Para saber mais sobre ela, que tal completar sua biblioteca com os títulos abaixo?

Mastering the Art of French Cooking

Nascida em Pasadena, na Califórnia, foi após a mudança com o marido para a França que Child tomou gosto pela cozinha. Matriculou-se na Le Cordon Bleu, tida como a melhor escola de gastronomia do mundo e aprendeu, com insistência e bom humor, a fazer os pratos típicos do país. Dessa experiência, nasceu Mastering the Art of French Cooking, em tradução livre, “Dominando a arte da culinária francesa”, um livro produzido com duas colegas que desmistifica a gastronomia local, dando dicas de como cozinhar bem.

Após tanta experiência com a gastronomia francesa, Julia foi a primeira mulher a apresentar um programa de culinária, o “The French Chef”, exibido entre 1963 e 1973. Com ele, inspirou muitos que gostavam de culinária ou que precisavam cozinhar a aprimorar suas habilidades, ensinando desde pratos simples aos mais complexos. Nesse episódio, por exemplo, Julia dá dicas de como fazer uma omelete:

https://www.youtube.com/watch?v=RThnq3-d6PY

My Life in France

Neste relato autobiográfico, Julia explica melhor o que aconteceu enquanto foi aluna da Le Cordon Bleu e escreveu sua grande obra, período em que viveu na França. As dificuldades de ajustar-se a um ambiente tão dominado por homens quanto o gastronômico, de adaptar-se a um novo país, a uma nova língua e a uma nova cultura, bem como a de publicar o “Mastering the Art of French Cooking”, são retratadas em “My Life in France” com o bom humor que só Julia consegue imprimir.

Julie & Julia

Desanimada e desempregada, Julie Powell estava precisando de algo que a animasse novamente. Foi sugestão de seu marido criar um blog, no qual ela, em 365 dias, relataria suas experiências na cozinha. Inspirada pela bíblia gastronômica de Julia Child, o livro “Mastering the Art of French Cooking”, Powell reproduziu as 524 receitas apresentadas por Child em apenas um ano, e relatou em seu blog sua experiência. Para ela, foi Julia quem ensinou os Estados Unidos a cozinhar e comer. Por isso, encarou o desafio que batizou de Julie/Julia. O blog já não existe mais, mas os posts estão reunidos em um livro homônimo. 

Foi  Julie & Julia que inspirou o filme homônimo, com Amy Adams e Meryl Streep interpretando Julie e Julia, respectivamente. O longa traça, em paralelo, a história contada por Julie em seu livro e a de Julia, apresentada em “My Life in France”. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here