Há muitos restaurantes clássicos no Centro de São Paulo que, mesmo depois de décadas, continuam com tudo em cima. Porém, esta coluna é dedicada a uma nova geração de restaurantes que se apossou da região e nos convida a fazer o mesmo. Antes decadente e abandonado, o Centro aos poucos vem ganhando brilho e formosura. O movimento que por muitos anos era do centro para os bairros, agora toma o caminho inverso, fazendo com que as ruas e os edifícios icônicos da cidade sejam devidamente apreciados. Os chefs e restaurateurs são grandes impulsionadores desta revitalização quando escolhem se instalar por essas bandas. Os 3 restaurantes aqui indicados possuem níveis de qualidade e criatividade bem acima da média e misturam receitas tradicionais com técnicas apuradas. E ainda são praticamente vizinhos uns dos outros, criando um roteiro gastronômico imperdível!

1. A Casa do Porco Bar

O estilo hi-lo (high-low) na moda é a mistura de peças de grife com outras mais baratas. E foi ao que me remeteu quando conheci essa casa. Facetas diferentes que se completam harmoniosamente: restaurante especializado em uma carne que até então ganhava pouco destaque, preparada com técnicas de alta gastronomia. A casa é a união dos estrelados chefs Jefferson Rueda (ex-Attimo) e Janaína Rueda (Bar da Dona Onça), que, por sinal, são um casal! Trata-se de “Um santuário suíno”, como a própria casa se denomina. Em uma rápida bizoiada pelo cardápio, você se dará conta de que o porco é utilizado da cabeça aos pés, Embutido de cabeça e Pé de porco, com codeguim, lentilhas do Puv e folhas de mostarda. Além de bem utilizado, o porco dessa casa também viaja para conhecer culinárias de diferentes países, como acontece no Sushi de papada de porco, no Tartar de porco maturado com tutano e cogumelo e no Espaguete fresco à bolonhesa de porco. É logico que pratos bem brasileiros também tem destaque, como o carro-chefe Porco San Zé: carne de porco assada por 8 horas, tutu de feijão, tartar de banana, couve e farofa. Como se as combinações inusitadas não parassem por aí, não deixe de provar o muito requisitado Torresmo de pancetta com goiabada. Se depois de tantas opções você já se perdeu todo, relaxa e pede o menu “De Tudo um Porco”, assim experimenta os clássicos da casa. A sugestão para encerrar é o refrescante Morangos com suspiros, fitas de salsão e sorbet de manjericão. Ah, e se ver uma outra fila, não na porta, mas sim na lateral sob um neon escrito “Comida Rápida”, é a fila para degustar outro sucesso, o Sanduíche de porco, cebolas roxas, alface, tomate, maionese e molhinho de guacamole. Enfim, é daqueles lugares que dá vontade de falar “Só vai, meu filho, e depois me conta”. Mas tente ir em um horário mais alternativo porque o lugar bomba!

Endereço: Rua Araújo, 124 – São Paulo – SP. Tel.: (11) 3258-2578

2. Bar da Dona Onça

Em plena Avenida Ipiranga, embaixo do Copan, o Bar da Dona Onça foi um dos percursores dessa geração de bons restaurantes que vêm se instalando no centro.  A casa é uma celebração da vida boêmia e conhecida por reunir amigos por horas à mesa. E o principal motivo é porque, apesar de se denominar bar, é também um excelente restaurante. Você começa por ótimas bebidas como a caipirinha Onça Pintada (tangerina com maracujá) e o drink Caju Amigo (cachaça da Lage, suco de caju, limão e compota de caju) e quando o papo rende e a fome bate, você já está no lugar certo para a comilança. A cozinha traz muitos clássicos brasileiros. Para belisco, um dos mais pedidos é o Croc Milanesa, bife à milanesa cortado em cubos com fonduta de Catupiry® e um molhinho de tomate apimentado, que já dá aquele ânimo! Para pegar realmente no garfo e faca, a Galinhada Moderna vem com galinha caipira, quiabo e gema curada. Se estiver por lá no almoço de sábado, é servida a famosa Feijoada, que para alguns é a melhor de São Paulo, com direito a extensa lista de acompanhamentos: costelinha de porco, tartar de banana, couve crua fininha, maxixe, abóbora, farofa, molho de pimenta e laranja. Mas no fundo o barato da Dona Onça é pedir, dentro da extensa gama de opções, o que tiver com mais vontade no dia. Tem Estrogonofe de boi, Picadinho de carne, Carne moída com quiabo, Moelinhas de frango ensopadas com polenta cremosa, Rabada de boi, Dobradinha e por aí vai. É como ir comer na casa de uma cozinheira de mão cheia, dificilmente você vai se decepcionar. Para adoçar, já que o Carnaval está batendo na porta, siga o superstar Trio elétrico: quindim, pudim e brigadeiro mole.

Endereço: Avenida Ipiranga, 200- Lojas 27/29 (Edifício Copan) – São Paulo – SP. Tel.: (11) 3257-2016

3. La Central

O La Central é para amantes da comida mexicana. E serve comida tradicional mexicana mesmo, viu, e não a versão americanizada Tex-Mex, que muitos acabam tomando como tal. O toque singular também está por conta do ambiente de muito bom gosto. Nada de cores espalhafatosas, sombreros ou caveiras. Com pegada contemporânea e muita estrutura à mostra, o salão envidraçado segue as linhas curvas do Copan, onde se localiza. A escolha do mobiliário também foi cuidadosa. A cadeira, por exemplo, inspirada na clássica cadeira mexicana Acapulco, foi desenhada especialmente para o restaurante e batizada com seu nome. Informação para quem gosta e quem não gosta de pimenta: quando se senta à mesa, os garçons depositam uma cestinha com 3 salsas (molhinhos), verde, roja e picante, cada um com diferentes intensidades de picância, assim todos podem ser agradados. Com tantas comidinhas que soam deliciosas, se assanhe e peça muitos pratos para compartilhar. Os preços são justos, o que facilita. É de praxe começar com a Guacamole La Central. Com tempero na medida e refrescante como deve ser, é servida com Totopos (tortillas fritas). A casa também é uma taqueria, então experimente um dos 7 sabores, como o de Cerdo con Chicharrón (carne de porco desfiada, com purê de feijão, torresmo e chile verde). Um prato principal que nunca tinha experimentado por aí é o Tamal de camarones, uma “pamonha mexicana” com camarrão, abobrinha, tomate cereja, caldinho de feijão e queijo fresco. Combinação diferente para expandir os horizontes. Adoçando a vida, o 3 Leches da casa ganha contornos próprios: bolo de amendoim em calda de rompope de tequila e doce de leite com flor de sal. E falando em tequila, o bar da casa é de enlouquecer os fãs dessa bebida que deixa qualquer um caliente. São 8 drinks em roupagens que despertam a curiosidade, como o Mucha-Lucha, Tequila Espolon 100% agave, aperol, grapefruit, limão, essência de pimentas e cerveja clara.

Endereço: Avenida Ipiranga, 200- Edifício Copan – loja 48 – São Paulo – SP. Tel.: (11) 3214-5360

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here