O surgimento do que há de mais próximo do serviço de barbearia que conhecemos hoje está localizado no Egito Antigo. Não é segredo que os egípcios raspavam os pelos da cabeça (barba e cabelo) por causa do excessivo calor e por questões de higiene. Os responsáveis por esse trabalho eram os sacerdotes, que iam de casa em casa prestando o serviço de barbearia. Os instrumentos utilizados eram ainda rústicos, como lâminas de pedras afiadas fixadas em cabos de madeira, que posteriormente foram substituídas por lâminas de cobre.

Os séculos passaram, mas os cuidados masculinos com a barba permaneceram. Durante a Idade Moderna, os barbeiros continuavam nômades e ganharam atribuições que incluíam sangrias, benzeduras, comércio de ervas e raízes e até extrações dentárias. Foi em meados do século XVIII que as barbearias ganharam contornos de lojas modernas e força como estabelecimentos comerciais respeitáveis. Com o fim da Segunda Guerra, a tecnologia mundial sofreu um grande avanço. As barbearias não ficaram de fora e aderiram a aparatos como a lâmina de barbear giratória e o barbeador elétrico.

É possível dizer, com segurança, que a barbearia é o ambiente do homem moderno, seu reduto para escapar dos agitos do dia a dia, nem que for só pelo tempo de um aparar de costeletas. As barbearias atuais abraçaram completamente essa ideia e decidiram ir além do simples corte de cabelo. Há alguns anos, surgiram estabelecimentos cada vez mais especializados em serviços de cuidados e beleza masculinos. Sempre com decoração retrô, os diferenciais vão de corte com navalha e toalha quente a ambientes de degustação de charuto e salas de reunião privadas.

O que mais chama a atenção é a criação de bares completos dentro das barbearias, que oferecem uma seleção premium de rótulos nacionais e internacionais de cervejas, drinques exclusivos de alta qualidade, petiscos e até feijoada aos sábados. Seja para ter um momento descontraído entre amigos ou para ter um momento só seu e relaxar, as barbearias são o novo ponto de encontro de boa parte dos homens que buscam se desligar do mundo.

Confira abaixo três dicas de barbearias com bares que valem a pena visitar.

Casa Murdock – Barbearia e Tabacaria
Inaugurada no final do ano passado, a Casa Murdock reúne em um único ambiente tabacaria, barbearia e bar-restaurante. Enquanto espera ser atendido, prove a burrata com o drinque leva o nome da casa, Murdock (vodka, gin, absinto, sour mix, curaçao blue, tônica). Mas se a fome precisar ser domada, vá de sanduíche de pastrami.
Alameda dos Jurupis, 413, Moema – São Paulo, SP. Tel.: (11) 5051-2968

Barbearia Corleone
Com inspiração no universo do filme O Poderoso Chefão, a barbearia tem o verdadeiro DNA italiano. Para comprovar, todos os meses, no dia 29, a casa serve o tradicional gnocchi da fortuna. O forte do bar são os chopps, são mais de dez variedades engatadas nas torneiras. Aos sábados, reúna os amigos e aproveite a clássica feijoada.
Itaim: Rua Dr. Renato Paes de Barros, 390, Itaim Bibi – São Paulo, SP. Tel.: (11) 2538-8009
Vila Olímpia: Rua Nova Cidade, 26 , Vila Olímpia – São Paulo, SP. Tel.: (11) 3044-2332

LM09
A barbearia LM09 funciona desde o café da manhã, com um clássico queijo quente, e vai até altas horas, com um cardápio variado de petiscos, como o dadinho de tapioca ou o mix de castanhas com especiarias. Todos os meses, a casa oferece uma receita de hambúrguer diferente. O espaço também oferece serviço de oficina e loja de motos.
Avenida Lavandisca, 519, Moema – São Paulo, SP. Tel.: (11) 2337-9534

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA