Doce sustentável

0
899

A confeiteira Marilia Zylbersztajn, de São Paulo, trocou a psicologia por tortas, bolos, caramelos – e fez uma escolha acertada

Por Suzane G. Frutuoso
Foto António Rodrigues

Foram quatro anos exercendo a psicologia, mas sem esquecer uma paixão adolescente. Marilia Zylbersztajn, 31 anos, depois de trabalhar na área em que se formou, decidiu investir em criações do universo da confeitaria. “Sempre gostei de cozinhar, de comer e experimentar novidades, especialmente doces”, diz a paulistana, que inaugurou há três meses uma loja com seu nome no bairro de Pinheiros e se tornou um sucesso em São Paulo com bolos, tortas e caramelos de doçura e sabores equilibrados.

Para se entregar de vez à vocação, porém, quis estudar. Passou 2010 cursando panificação e confeitaria na filial da escola de culinária francesa Cordon Bleu de São Francisco, Califórnia. “Busquei a técnica clássica, mas vendo de perto esse vanguardismo de sustentabilidade que é marca registrada da cidade americana e que destaca o comer e cozinhar com prazer.”

A preocupação se reflete em sua produção. Os ingredientes que usa são livres de agrotóxicos ou estão dentro de normas que respeitam, por exemplo, relações justas de trabalho. “Nem tudo é orgânico porque os produtos não seriam acessíveis, mas tenho bons parceiros”, diz ela, que não esperava abrir um espaço físico tão cedo. Seu foco eram as encomendas. O público cativo foi quem cobrou um local para encontrar os doces de Marilia com facilidade.

Com experiência de um ano e meio à frente da praça de sobremesas do restaurante D.O.M., do chef Alex Atala, antes de tocar sua própria marca, hoje a confeiteira vende bolos com preços que variam entre R$ 60 e R$ 115. Destacam-se a torta de maçã com amêndoas e a explosão de chocolate, uma torta de mousse de chocolate belga. Uma explosão para o paladar, sem dúvida.

Confeitaria Marilia Zylbersztajn – Rua Fradique Coutinho, 942, Pinheiros, São Paulo-SP. Tel.: (11) 4301-6003
www.mariliaconfeitaria.com.br

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA