Festa da alta gastronomia orgânica

Organic Food Fest acontece até o dia 12 de fevereiro em São Paulo e no Rio de Janeiro

0
717

Desde o dia 28 de janeiro, vários restaurantes das cidades de São Paulo e Rio de Janeiro participam do Organic Food Fest (Off). O festival, que acontece até 12 de fevereiro, foi criado para disseminar o uso de produtos orgânicos na alta gastronomia, é o que afirma o empresário alemão Matthias Börner, idealizador do Off. “A produção dos orgânicos respeita princípios, como proteção da biodiversidade, condições dignas de trabalho e o manejo correto da água e do solo. Substituir a alimentação convencional pela orgânica é iniciar uma revolução sustentável”, explica Matthias.

O evento acontece desde 2016 e já está em sua terceira edição e neste ano conta a com participação de renomados restaurantes – inclusive alguns dos ganhadores do Prêmio GOSTO 2016, que elegeu os 100 melhores restaurantes de São Paulo.

A proposta é que os restaurantes participantes criem menus de, no mínimo, 5 tempos cuja metade dos ingredientes utilizados seja de origem orgânica, proveniência agroecológica ou de pequenos produtores. O valor é fixo e inclui uma taça de vinho ou soft drink da casa como cortesia. Em São Paulo, o menu tem o valor de R$ 150,00 e no Rio, R$ 180,00. Ao visitar os restaurante para provar o menu, o cliente também pode escolher contribuir com mais R$ 2,00 para a ONG Monte Azul, voltada para projetos de saúde e reeducação alimentar em comunidades carentes de São Paulo.

Em São Paulo, destacamos o Bar da Dona Onça, que apresenta arroz cremoso de verduras e vegetais e espuma de coco com baba de moça e café coado orgânico; Vinheria Percussi, com risoto de lagostas, lulas, mexilhões e vôngoles e sorvete artesanal de gengibre, servido com favo e mel Mbee de abelha nativa brasileira uruçu boca de renda; e o Le bou, que terá em seu menu massa fresca recheada com abóbora orgânica ao molho de manteiga, amêndoas e sálvia orgânica e pera orgânica cozida em vinho biodinâmico com creme de ricota e açafrão. No Rio de Janeiro, os destaques ficam para o Capim Santo, com ceviche de peixe como coco e palmito pupunha; e o .Org Bistrô, que sugere receitas como o cracker de amêndoas com zaatar, homus de cenoura, PANC’s (Plantas Alimentícias Não-Convencionais) e flores.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here