Comida sob duas rodas: food bikes são novidade em SP

0
2201

Depois dos food trucks, a comida de rua em São Paulo ganhou outro delicioso suporte: as food bikes.

+ Comida de rua na Ásia: uma viagem dentro da viagem

+ Paleteria expulsa casal de loja e pede desculpa

Bem mais em conta do que os veículos de quatro rodas (a estimativa é que adaptar um carro para vender comida custe entre R$40.000,00 e R$ 250.000,00), as magrelas migraram das ciclofaixas e invadiram eventos, feiras e calçadas da cidade.

Lançada no último sábado, a bike da sorveteria Frida & Mina estreou na Feira Plana, realizada no Museu da Imagem e do Som (MIS). Na bicicleta, instalou-se uma caixa térmica para armazenar os sorvetes, que contém sempre quatro sabores – o crocante de macadâmia é o único que tem lugar garantido. Os preços também são os mesmos praticados na loja em Pinheiros: uma bola R$ 8,00, duas bolas R$ 12,00.

+ Empresa investe na mandioca para pães, pizza e macarrão

Itinerante, a agenda da bike ainda não foi fechada pelos proprietários.

De brigadeiro a hambúguer

Pela cidade, além de sorvete dá pra encontrar ainda outras opções de comidinhas: a bike café trabalha com grãos cultivados na Fazenda Santa Clara, em Minas Gerais, e o Bike Burger, que possui chapa para fritar os discos e mesa de montagem, serve os clientes na rua mesmo.

Quem prefere doces pode se acabar com os pudins. Da cestinha branca acoplada à bicicleta saem formas de alumínio com sabores diversos da sobremesa – além da tradicional, há baunilha e limão siciliano. E, claro, a preferência nacional tinha que ter sua representante: a Brigaderô oferece opções gourmet do doce, feito com chocolate belga.

SEM COMENTÁRIOS