Páscoa: veja o que comem os outros países

0
888

Ovos de chocolate, sem dúvida. Esta é a primeira lembrança ao pensar em algo bem típico da Páscoa. Em seguida, bacalhau ou algum outro peixe. Se são comuns no Brasil, em outros países católicos as coisas diferem. Cada um tem seu próprio prato típico para a celebração. Veja a seguir cinco exemplos:

Rússia, paska

pasha-pir-00

Feita de queijo, esta sobremesa é levada à igreja ortodoxa no sábado para ser abençoada após a vigília de Páscoa. A cor branca simboliza a pureza de Cristo. O formato de pirâmide, um símbolo da igreja, é também uma referência à tumba de Jesus.

Reino Unido, pães decorados com cruz
Hot_cross_buns_-_fig_and_pecan
Um pão doce marcado com uma cruz, já consumido há centenas de anos, é o presença certa na Páscoa dos britânicos. Também são comuns bolos de fruta com 11 ou 12 bolas de marzipã no topo para lembrar os apóstolos.

México, capirotada
Capirotada_(7)
É um pudim de pão com especiarias e uva-passa, canela, cravo e queijo. Cada ingrediente carrega uma lembrança do sofrimento de Cristo – os cravos são os pregos, a canela, a madeira da cruz, e o pão, o corpo de Cristo.

Alemanha, sopa de cerefólio
Sorrel_soup_with_egg_and_croutons_(Zupa_szczawiowa_z_jajkiem_i_grzankami)
Consumida na quinta-feira, esta sopa representa o hábito germânico de comer coisas verdes na data. Trata-se de uma confusão etmológica. É Gründonnerstag: grün é verde, em alemão, e Donnerstag, quinta-feira. Contudo, o que poucos lá sabem é que grün, neste caso, deriva da palavra “greinen”, que significa “chorar”.

Grécia, tsoureki

zggt20120403

Não faltam comidas de Páscoa na Grécia. Um dos favoritos é o tsoureki, um pão doce decorado com ovos vermelhos pintados. É acompanhado de uma tigela de magirítsa, uma sopa feita de tripas e miúdos do cordeiro sacrificado para a Sexta-Feira Santa.