Se a escolha de destinos para qualquer programação, de happy hours a viagens, passa incontestavelmente a ser conduzida cada vez mais por buscas e preferências gastronômicas, nada mais natural que bares já bastante conhecidos procurem oferecer não só boa bebida, mas também uma excelente cozinha. Isso tem sido feito com sucesso pelo Bar Numero e pelo Bar Ilha das Flores, em São Paulo. Nada mais inteligente do que manter em suas cozinhas, em casas que são totalmente independentes, alguém que traz como assinatura em tudo que faz o lema “cozinhar, amar e servir”. Estamos falando do chef Francisco Pinheiro.

Técnica não lhe falta, afinal foram vários anos de trabalho (e aprendizado) ao lado do premiado chef Laurent Suaudeau. “Entre os que passaram pela escola do chef Laurent e depois trabalharam com ele, acho que eu fui o que ficou mais tempo. Foram cinco anos”, explica Francisco, sem deixar de citar e se emocionar com os ensinamentos do mestre, principalmente pela maneira como trata respeitosamente cada ingrediente. Mas sua história começa bem antes disso. Quando diz “cozinho por essência”, fica claro o quanto reverência os ensinamentos da mãe e da avó e o quanto ainda se inspira nelas e em suas receitas. Francisco Pinheiro começou a por a mão na massa aos 12 anos, na panificação e confeitaria. Aos 19 já comandava a cozinha de um restaurante em Taubaté e em 2013 ganhou um concurso que o levou a um estágio na França com o chef Paul Bocuse. Mas foi na pâtisserie do Cantaloup, em São Paulo, que o chef Laurent o descobriu. Recentemente, passou por cozinhas do Grupo Leopoldo e Grupo Egeu. Atualmente, ele se divide entre duas cozinhas com a mesma criatividade e energia.

Bar Número

Sempre pensando em apresentar novidades que encantem os clientes, ele não para de testar novas combinações e criar novos pratos. No Bar Número, casa dos Jardins que completa sete anos, o chef reformulou o menu trazendo desde novidades para acompanhar os drinques até perfeitas sobremesas que enaltecem sua origem. Sua cozinha contemporânea coloca também novos pratos equilibrados e perfeitos para quem quiser jantar. O sucesso se divide entre o carré de javali com purê de batata doce roxa e molho de cerveja preta, e o dourado com feijão roxinho, cogumelos selvagens e hortaliças. Entre os aperitivos, destaque especial para a ‘flor de salmão’ – tapioca, salmão curado, caviar e castanha de caju. Na hora da sobremesa o abacaxi com casquinha caramelada, previamente marinado com especiarias, acompanhado por uma farofa especial (segredo do chef) e sorvete é uma excelente pedida.

Bar Número – Rua da Consolação, 3585, Jardins, São Paulo-SP. Tel.: (11) 3061-3995 

Bar Ilha das Flores

Um endereço tradicional da cidade de São Paulo que há 20 anos atrai um público fiel que sempre se mistura a novos clientes que curtem o ambiente, o bar e a cozinha da casa, seja para almoços de negócios, para encontrar com amigos no happy hour ou para um programa mais demorado e descontraído nos finais de semana. O novo menu criado e comandado pelo chef Francisco Pinheiro traz novos aperitivos e incrementa alguns clássicos, como a famosa coxinha e os pastéis. Entre os pratos, excelentes novidades. Aos sábados, além da tradicional feijoada, um bacalhau confit incrível, com tomates, azeitonas, farofa, purê de batata e chips de cebola. Aos domingos, tem a “Panela do chef”, que serve duas pessoas, com paleta de cordeiro, pancetta, batata bolinha e brócolis, acompanhada de arroz branco. Para os almoços durante a semana, Francisco Pinheiro  criou um “Executivo do Chef”, diferente a cada dia, sempre com couvert, um ‘mimo do chef’ (caldo ou creme do dia), uma entrada e um prato quente (entre duas opções). Outras delícias do chef estão no menu à la carte.

Bar Ilha das Flores – Rua dos Curumins, 5, Cidade Jardim, São Paulo-SP. Tel.: (11) 3031-5644

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA