Trago pioneiro

0
1055

Este foi um dos primeiros coquetéis do cinema falado. Quem o pediu foi Greta Garbo

Por Walterson Sardenberg Sº

A passagem do cinema mudo para o falado não foi um caminho suave. Houve sucessivas trepidações. Embora considerado, em geral, o grande pioneiro, o filme O Cantor de Jazz, de 1927, é apenas parcialmente falado. Só no ano seguinte seria lançado um longa-metragem com diálogos do início ao fim, As Luzes de Nova York. Mesmo assim, a qualidade de som era tão ruim que, por via das dúvidas, o produtor resolveu incluir legendas. Vexame ainda maior foi a primeira versão de A Megera Domada para o cinema, rodada em 1929 com Mary Pickford. Lá estão os créditos mais estapafúrdios da história de Hollywood, onde se lê uma frase memorável: “De William Shakespeare, com diálogos adicionais de Sam Taylor”.

Greta Garbo saiu-se bem melhor no desafio. Até então, a diva sueca, dona de uma rara combinação de beleza, personalidade e talento dramático, havia rodado 11 filmes mudos na MGM — sem contar os três feitos na Europa. Foi quando, em 1930, seu descobridor e produtor, Louis B. Mayer, anunciou ao mundo: “Garbo fala!” — embora ele próprio, um ex-vendedor de sucata na Lituânia, falasse um inglês digno de Joel Santana.

Greta Garbo superou as expectativas, como notaram os espectadores de Anna Chistie, baseado em uma peça de Eugene O’Neill. Sua voz fazia jus à dona. Era rouca. Sensual. O sotaque sueco até lhe aumentava o fascínio, embora restringisse a atriz a um número menor de papéis. Neste filme, Garbo pediu, durona, como se estive em um saloon, um dos primeiros drinques servidos no cinema falado:

— Me dê um whisky com Ginger Ale. E não vacile, querido.

Este coquetel é uma variação do Whisky Mac, ou Whisky MacDonald, criado por um militar britânico em campanha na Índia no século 19. Um certo Coronel MacDonald. Na receita original, em vez do refrigerante Ginger Ale, usava-se vinho de gengibre, lançado em Londres no ano de 1740 por Joseph Stone, sob a marca comercial Stone’s. Ainda é fabricado, embora, assim como a torta de rim e o chapéu-coco, não seja fácil encontrá-lo fora da Inglaterra.

Quando viajavam para lugares que consideravam insalubres, os militares britânicos da época tinham por hábito levar na bagagem quinino (alcaloide com que se faz a água tônica) e vinho de gengibre. Segundo seus preceitos medicinais, o primeiro combatia a malária, enquanto o segundo era remédio contra a cólera. Pouco ortodoxo, o Coronel MacDonald acrescentou whisky ao Stone’s. Em virtude do calor indiano, também adicionou gelo. Estava inventando um dos primeiros coquetéis com whisky. Para muitos, um atentado contra a arte da destilaria, quando não uma heresia. No entender dos puristas, o whisky, este néctar, pode no máximo ser misturado com água — desde que a puríssima água do Rio Spee, das terras altas da Escócia, bem entendido.

Ao contrário das estrelas de hoje, capazes de tudo em busca de promoção, a senhora Garbo abandonou o cinema em 1941, voltando a ser Greta Gustafson, seu nome original, pelos 48 anos seguintes. Fugiu dos fotógrafos e da fama. Morreu em 1990, aos 85 anos. O Whisky Mac também passou para o ostracismo, não só pela dificuldade de encontrar o Stone’s como também os próprios refrigerantes de gengibre. No Brasil, os bartenders passaram a usar xarope de gengibre Monin, com resultados alentadores. Havia uma alternativa, mas pouco recomendável. A bebida alcoólica feita de gengibre (ou seja, a partir de aguardente composta com essa erva) mais fácil de encontrar no mercado brasileiro é o conhaque Dreher. Uma espécie de Sam Taylor da mixologia.

 
Um copo cheio de gelo e twists de limão, e o drink Whisky Mac
Whisky Mac

Por Fábio Gama
Foto: Luiz Henrique Mendes

Serve 1 drinque

50 ml de scotch whisky
10 ml de xarope de gengibre
60 ml de Club Soda
6 pedras de gelo
Twist (casquinha retorcida) de limão-siciliano para decorar

1. Coloque o gelo, bem seco, em um copo de long drink.
2. Adicione o whisky e o xarope de gengibre.
3. Complete com Club Soda.
4. Mexa vagarosamente e insira o twist de limão-siciliano.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here