Quando chega essa época do ano, em que as temperaturas aumentam, recorremos ao tradicional sorvete (e suas versões em paletas e gelatos) e à salada em busca de refrescância. Pratos pesados e quentes não combinam com o clima, e acabam ficando de lado durante o verão. Consumir alimentos mais leves é um pressuposto da estação, mas para aqueles que já enjoaram da saladinha, do picolé e dos sushis, pensamos em dicas de pratos que ajudam a enfrentar esse tempo (e de restaurantes que os servem):

1
Ceviche

Ceviche

A gastronomia peruana, há dois ou três anos, passou a fazer sucesso no Brasil. Com ela, veio o ceviche, prato que consiste em cubos de peixe marinados no limão ou em leite de tigre com ingredientes como cebola roxa, coentro, milho, salsa e pimentão. A combinação de sabores doces, salgados e ácidos é uma das marcas da culinária do Peru e vem bem representada no ceviche. Confira os melhores endereços para experimentar a iguaria, que tem a ver com as altas temperaturas por ser preparada sem cozimento:

La Mar Cebicheria

Constam em seu cardápio seis opções de ceviche (ou, como no original peruano, cebiche), todas feitas com o tradicional leite de tigre. O local propõe uma experiência peruana ao visitante e traz da filial de Lima seu clima descontraído. Estão também no cardápio o Pisco (drink típico da região) e os tiraditos, que são um híbrido entre sashimi e carpaccio.

Rua Tabapuã, 1410, Itaim Bibi, São Paulo – SP. Tel.: (11)3073-1213

Comedoria Gonzales
O espaço instalado no Mercado Municipal de Pinheiros exige disposição para enfrentar as não raras filas. Sob o comando do chef boliviano Checho Gonzales, o cliente escolhe entre peixe do dia e frutos do mar (com ótimos vôngoles e camarão) e seleciona a marinada desejada. Aí, é só sentar em uma das cadeiras do balcão e deliciar-se enquanto observa os outros pratos sendo feitos

Mercado Municipal de Pinheiros: Rua Pedro Cristi, 89, Boxe 85, Pinheiros – São Paulo – SP. Tel.: (11) 3813 8719

Marakuthai

Os pratos contemporâneos com inspiração tailandesa e influências caiçaras bem aproveitadas pela chef Renata Vanzetto incluem o Ceviche Me Gusta, que é feito com peixe branco, limão, toque de coentro, cebola roxa, pimenta, leite de coco e milho, e que acompanha chips de batata doce. Para os que se inspiram pela culinária tailandesa, outro prato fresco da casa é o Wok de Frutos do Mar, que leva camarões, mexilhões e lulas com cebola roxa, alho, gengibre, pimenta, mel e suco de limão, acompanha arroz jasmim e couscous marroquino, numa mistura de sabores picantes e agridoces que alivia o paladar.

Alameda Itu, 1618, Jardins, São Paulo, SP. Tel.: (11) 3062-7556 / 3061-1015

Poke

Prato típico da culinária havaiana, o poke (pedaço, no dialeto local) é composto por carne de peixe crua (normalmente atum ou salmão, mas também há versões com polvo) marinada em um molho a base de shoyu, gergelim, cebola e cebolinha, que pode ou não acompanhar arroz e inclui uma salada de pepino, algas e, por vezes, tiras de massa chinesa wonton. Tudo isso é servido em um bowl e deve ser comido com hashis. Como o peixe não deve ficar marinado por muito tempo, o ideal é que seja preparado logo antes do consumo, garantindo, assim, seu frescor. Por trazer ingredientes como as algas e a salada de pepino, agrada o paladar mesmo em dias quentes. Em São Paulo, a moda já conquistou diversos endereços. Veja as duas primeiras:

Poke Poke

Há quatro endereços da casa, que começa nos pokes e vai até a Poke Salad, salada com alface americana, cenoura, pepino e abacaxi. No estilo fast-food, basta escolher o tamanho do seu bowl, pagar e montar os ingredientes.

R. Padre João Manoel, 57, Cerqueira César, São Paulo, SP. Tel.: (11) 3265-5474 e mais três endereços.

Mr. Poke

O restaurante pioneiro do poke no Brasil surgiu com um tuk tuk que andava por festas e festivais sem ponto ou frequência fixa. Agora, tem um ponto fixo em Pinheiros e acaba de inaugurar um box no Língua, Lugar de Interação Gastro Urbana, espaço na Vila Mariana. Tem opção vegetariana, com shimeji, e oferece rolls, um tipo grande de sushi.

Rua Padre Garcia Velho, 44, Pinheiros, São Paulo, SP. Tel.: (11) 2364-4231 e Rua Humberto I, 1007, Vila Mariana

3
Tartar

Tartar

Um dos mais tradicionais pratos franceses, o tartar consiste em carne crua cortada em pequenos pedaços e bem temperados. A receita inclui molhos e complementos, sendo a batata frita um dos mais clássicos. Se originalmente os condimentos são pepinos, alcaparras e uma gema, atualmente cada chef adapta o prato à sua maneira. Independente das personalizações, fica a carne crua e fresca, que tem tudo a ver com o clima estival. São diversas as casas que preparam o tartar em São Paulo. Confira nossas sugestões:

Z Deli

A hamburgueria – com compactas unidades em Pinheiros e nos Jardins – serve um steak tartare acompanhado de torrada, picles e batatas fritas como entrada no endereço dos Jardins. Em Pinheiros, o tartar é de lombo de cordeiro, mas os acompanhamentos são os mesmos. No ambiente apertadinho, mas descoladérrimo, o que vale são as calorias – sempre bem investidas.  

Rua Haddock Lobo,1386 e Rua Francisco Leitão, 16, Pinheiros, São Paulo, SP. Tel.: (11) 2305-2200

Forneria San Paolo

Na Forneria, apesar de a especialidade ser a cozinha italiana, com massas e pizzas, os paninis não ficam para trás. O panini com pão de miga tostado, tartar de salmão fresco e alface é uma boa pedida. Há também versão com carne bovina e as duas podem ser acompanhadas por salada, sem o panini.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here