Ein Prosit! É tempo de Oktoberfest!

Nem só Munique, a cidade de origem da Oktoberfest é tomada pelo clima de celebração, por aqui os cervejeiros contam com variadas versões da grande festa alemã

0
706

Eu não sei como estão suas redes sociais, mas as minhas estão transbordando posts dos sortudos que estiveram, ou ainda estão, em Munique para bebemorar uma das maiores festas cervejeiras do mundo, a Oktoberfest. Dá aquela vontade de pegar o primeiro avião rumo ao icônico e charmoso fervo cervejeiro. Mas se você, assim como eu, deixou o evento para a lista de metas de 2018, saiba que este ano ainda dá para celebrar em terras tropicais.

Desde 1984, a cidade de Blumenau, Santa Catarina, é sede da tradicional Oktoberfest em terras brasileiras, mantida pela comunidade alemã dali, que preserva e celebra as tradições germânicas. A festa linda de se ver é a segunda maior do mundo (depois da de Munique) e reúne milhares de pessoas para beber, comer comida típica e ouvir música alemã. Entre os dias 4 e 22 de outubro, a cidade catarinense recebe cerca de 500 mil pessoas e aproximadamente 600 mil litros de cerveja consumidos. Em 33 edições a Oktober blumenauense já recebeu público de 21,2 milhões de visitantes e mais de 11 milhões de litros de chope foram bebidos. Se quiser correr com as passagens, vale muito a pena entrar no clima e beber muito chope Märzen acompanhado por joelho de porco com chucrute.

Aqui em São Paulo, acontece entre os dias 29 de setembro 8 de outubro, no sambódromo do Anhembi, a primeira edição da Oktoberfest São Paulo com a aprovação dos organizadores da Oktoberfest de Blumenau. Os ingressos variam de R$50 a R$150 e o evento garante muita música, comida, sugestões cervejeiras que vão de Serra Malte a Goose Island, além de uma seleção de cerca de 70 rótulos de cervejas artesanais nacionais, selecionadas pela curadoria da Confrabeersp. Entre as opções, chopes de variados estilos circulam pelas torneiras, inclusive os tradicionais estilos Märzen e Oktoberfestbier.

Aliás, a história desse estilo que cheira pão, com toque de caramelo e tem espuma cremosa e perolada, tem origem na época do decreto da Lei da Pureza, que proibia a produção de cerveja no período de 23 de abril a 21 de setembro. A partir daí, em março (Märzen significa março) os cervejeiros aproveitavam todas as matérias primas e produziam grande quantidade de cerveja, para que durasse até o outono. Elas eram armazenadas a frio, em caves e iam sendo consumidas até que no início de outubro, os estoques deveriam ser zerados para que os barris dessem espaço às novas bateladas. Foi então criada uma festa popular para o consumo desta cerveja, batizada de Oktoberfest. É…a grande festa provavelmente nasceu como um caso informal: por volta dos século 15, a bebida era a cerveja de verão dos alemães e a festa foi uma “desculpa” dos bávaros para enxugar o estoque. Desde então, tanto o estilo como o festejo evoluíram no quesito formalidade, a Oktoberfestbier tornou-se um estilo de cerveja moderno e a festa ,que partilha seu nome com a cerveja, adquiriu até estatuto oficial.

A data que promoveu a reviravolta na Oktoberfest foi 12 outubro, quando o príncipe Ludwig, herdeiro da Baviera, casou-se com a princesa Teresa de Saxe-Hildburghausen. Para dividir este momento de alegria com os plebeus, o casal organizou uma grande festa em algumas áreas de pastagem da cidade. A área que recebeu o nome de Theresienwiese (Campo de Teresa), em homenagem à princesa é até hoje o local onde acontece a mágica Oktoberfest de Munique.

Aqui no Brasil, além da Oktober Blumenau e São Paulo, dá para curtir o clima germânico e beber muita cerveja nas festas promovidas por algumas cervejarias artesanais em vários estados. Elas abrem as portas de suas fábricas e promovem suas versões ,compactas ,para um dos maiores eventos cervejeiros do mundo. Só o interior de São Paulo conta com três sugestões: Oktoberfest da Cervejeria Landel (Campinas), no dia 7 de outubro, na mesma data a Oktober da Dama Cervejaria (Piracicaba), no dia 21 de outubro é a vez da Cervejaria Blondine (Itupeva).

Se a ideia é celebrar a festança bávara, beber cerveja boa ao lado de amigos e família, opções não faltam por aqui. Escrevendo a coluna de hoje já elegi dois eventos para brindar a Oktoberfest por aqui e você, já escolheu o seu?

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here